Publicado por: martinholopes | 15 de Abril de 2010

Topologias físicas de rede

LAN

  • Barramento (BUS)

Rede em que há exactamente dois nós terminais, um número qualquer de nós intermédios e um só caminho entre cada dois nós (todos os nós da rede se encontram ligados uns aos outros numa linha). O desenho de rede em barramento é aparentemente simples reduzindo-se a um único cabo que se estende de um computador até ao seguinte.
Os extremos do cabo terminam com uma resistência chamada terminador que para além de indicar que não existem mais estações de trabalho nos extremos, permite encerrar o bus.

A rede em barramento utiliza a técnica de broadcasting, isto é, quando um nó envia uma transmissão, a mesma é enviada para todos os nós da rede em simultâneo, tendo cada nó que verificar se a informação lhe é destinada.
Caso a informação tenha sido recebida sem anomalias é enviado um aviso de recepção ao nó emissor.

Pontos Positivos:
. Simples e fácil de instalar
. Requer menos cabos
. Fácil de ampliar

Pontos Negativos:
. A rede fica mais lenta em períodos de uso intenso.
. Os problemas são difíceis de isolar.

  • Anel (Ring)

Numa rede em anel os computadores estão ligados entre si através de um cabo em forma de circunferência (anel) e todas as estações de trabalho se conectam a esse anel.
A informação passa de nó em nó através da circunferência. O percurso é único e singular. Cada nó verifica se a informação em causa lhe é destinada e processa-a. Caso contrário remete-a para o nó seguinte que efectua o mesmo procedimento até que seja encontrado o nó destino da transmissão. A estrutura em anel é, de certa forma, semelhante à estrutura linear, com a diferença de não existir final de linha. Trata-se de um loop infinito.

Pontos Positivos:
. Razoavelmente fácil de instalar.
. Requer menos cabos
. Desempenho uniforme

Pontos Negativos:
. Se uma estação pára todas param.
. Os problemas são difíceis de isolar.

  • Estrela (Star)

O desenho em estrela é uma das primeiras configurações de rede e é cada vez mais utilizado.
As principais características de uma rede em estrela são:

. Todas as estações de trabalho estão conectadas a um nó central (concentrador/hub) que funciona como sinaleiro em todas as transmissões efectuadas pelos restantes nós, formando uma estrela física.
. Cada vez que se pretende estabelecer comunicação entre dois computadores, toda a informação transferida de um para o outro passa primeiro pelo nó central, ou seja, cada nó está directamente conectado ao nó central.

Pontos Positivos:
. É mais tolerante a falhas, a falha de um PC não afecta os restantes
. Fácil de acrescentar novos PC´s
. Gestão centralizada

Pontos Negativos:
. Custo de instalação maior porque recebe mais cabos.
. Se o ponto de centralização falha, a rede falha.

MAN (Configurações Híbridas)

  • Estrela Hierárquica ou Árvore

Tipologia física baseada numa estrutura hierárquica de várias redes e sub-redes. Existem um ou mais concentradores/hubs que ligam cada rede local e existe um outro concentrador que interliga todos os outros concentradores/hubs.
Esta topologia facilita a manutenção do sistema e permite, em caso de avaria, detectar com mais facilidade o problema.

  • Espinha Dorsal (Backbone)

Uma rede muito complexa, por exemplo num campus universitário ou numa grande empresa, necessita de um modo inteligente de identificar que parte da rede é que queremos. Para isso geralmente, “parte-se” a rede em segmentos. Estes podem ser topologias de redes diferentes, embora a comunicação seja feita como de uma única topologia se tratasse.
Um backbone é a parte da rede à qual todos os segmentos e servidores se ligam. Ele providencia a estrutura para a rede e é considerado a parte principal da rede; normalmente utiliza ligações de alta velocidade como o FDDI.

Todos os segmentos e servidores ligam directamente ao backbone de modo a que qualquer segmento esteja somente à distância de um segmento dos servidores daquele backbone. Dado que os segmentos estão próximos dos servidores, isso torna a rede muito mais eficiente.

Um segmento é o termo generalista para qualquer secção da rede que não faça parte do backbone, apenas os servidores ligam directamente ao backbone, todos os outros postos ligam a um segmento.

WAN

  • Malha(Mesh)

Os computadores interligam-se entre sí, ponto a ponto, ou seja existem diversos caminhos para chegar ao mesmo destino.
É criada uma malha de caminhos possíveis.

É muito utilizada em redes WAN como é o caso da Internet.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: